Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

35ª CRE realiza reuniões com os diretores das escolas da região

Orientações gerais para o ano letivo de 2018 foram abordadas nos encontros

Publicação:

Encontros ocorreram entre os dias 5 e 6 de março
Encontros ocorreram entre os dias 5 e 6 de março - Foto: 35ª CRE
Por 35ª CRE

Com o objetivo de oportunizar momentos de integração e troca de informações importantes sobre a organização do Ano Letivo 2018, a 35ª Coordenadoria Regional de Educação (CRE) realizou, entre os dias 5 e 6 de março, duas reuniões com os diretores da região. Entre os principais temas debatidos estão o calendário escolar, os dias letivos e a carga-horária; as responsabilidades e funções do gestor e o transporte escolar.

Na última segunda-feira (5), na sede da 35ª CRE, foram recebidos os diretores das seguintes escolas: CE Getúlio Vargas, CE São Borja, EEEF João Goulart, EEEF Franco Baglioni, EEEM Militina Pereira Alvarez, EEEM Apparicio Silva Rillo, IE Arneldo Matter, EET Olavo Bilac, EEEM Tricentenário, EEEF Tusnelda Lima Barbosa, IE Padre Francisco Garcia, EEEM Timbaúva, EEEF Viriato Vargas, EEEB Evaristo Afonso de Castro e EET Encruzilhada.

Já na terça-feira (6), a reunião foi realizada em Santiago. Participaram da reunião os diretores das escolas: IE Aníbal Benévolo, EEEM Vicente Goulart, EEEF Alceu Carvalho, CE Apolinário Porto Alegre,  EEEF Boqueirão, EEEF Cândido Genro, CE Cristóvão Pereira, EEEF João Eduardo W. Schmitz, EEEF Lucas Araújo de Oliveira, EEEF  Moisés Viana, CE Monsenhor Assis, EEEF Primo Pozzato, IEE Professor Isaías, EEEF Serafim Rosa, EEEM Thomás Fortes, EEEF Vila Branca, EEEF Chico Mendes, EEEM Macedo B. do Nascimento, EEEF Roseli Correa e EEEB João Aquino.

Também fizeram parte das reuniões a coordenadora-adjunta e chefe de RH da 35 CRE, Dra. Fátima El Ali Cuthy; a chefe pedagógica, Professora Jucelma Schneid e o chefe Administrativo, Sr. José Luiz Osório. Cada chefe de seção apresentou sua equipe de trabalho.

A coordenadora da 35ª CRE, Tânia Teresinha Carpes, frisou sobre a importância de a escola seguir as regras normatizadas pela CRE: “A escola é estadual, pertence à SEDUC, mas a coordenadoria é quem dá as orientações diretamente às escolas de sua abrangência. Os recursos humanos são administrados pela CRE. Qualquer alteração ou necessidade de RH pelas escolas, a coordenadoria deve ser informada. Todos os registros no sistema devem ser feitos pelas escolas somente com conhecimento e aval da coordenadoria”, explica.

 

 

 

 

Secretaria da Educação