Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

Aluna da rede estadual é semifinalista de concurso nacional de design de interiores

Projeto residencial desenvolvido por Patrícia Saldanha é o único oriundo de escola pública

Publicação:

Aluna da rede estadual é semifinalista de concurso nacional de design de interiores
Aluna da rede estadual é semifinalista de concurso nacional de design de interiores - Foto: Roberto Witter, Seduc
Por Leonardo Ozório

Extremamente realizada. Assim se define Patrícia Saldanha, aluna da Escola Técnica Estadual Senador Ernesto Dornelles, diante de sua recente conquista, traçada à base da lapiseira, empenho e sonhos. Aos 31 anos, a estudante do curso técnico em Design de Interiores é semifinalista do 1º Prêmio Láurea Máxima, concurso promovido pela Associação Brasileira de Design (ABD) e que reúne projetos de arranjo de ambientes de todo o país.

Desenvolvido ao longo do curso, o projeto é baseado em uma residência para casal. Os desenhos acompanham planta baixa, cortes, perspectiva, programa de necessidades, além de memorial descritivo com os materiais, revestimentos e acessórios utilizados na projeção. Patrícia lembra que contou com ajuda de uma amiga no processo de elaboração.

“Ela acabou se passando por minha cliente. Dessa forma, fui projetando a casa para ela e seu namorado. Tudo conforme as necessidades, preferências e gostos do casal”, conta.

Com o trabalho produzido, foi no mural de recados da escola que Patrícia viu a oportunidade de explaná-lo: estava lá o regulamento do concurso. Incentivada pelo professor coordenador do curso e orientador em sua proposta, Jorge Fortuna, decidiu participar. Segundo Fortuna, cerca de 50 projetos da instituição estiveram habilitados para concorrer, mas somente dois foram indicados - entre eles, o de Patrícia.

O reconhecimento não tardou a chegar. Por e-mail, no início do mês, a aluna recebeu da ABD a confirmação de seu projeto entre os classificados para a semifinal - o único oriundo de escola pública e da Região Sul na categoria Ensino Técnico. Para ela, a façanha foi motivo de surpresa.

“Quando decidi participar do concurso, minha ideia era testar o nível de conhecimento e aprendizado. Não tinha muita expectativa em chegar tão longe. Foi algo que me deixou muito feliz, pois mostrou a valorização do desenho e não somente das maquetes e projeções em 3D”, comenta Patrícia, destacando o trabalho manual como o diferencial do curso.

Moradora de Viamão e técnica de enfermagem na Capital, Patrícia ressalta, entre elogios à metodologia do curso, a influência das aulas para a escolha profissional. Apaixonada por planejar ambientes, quer ser arquiteta.

“Tenho pretensões de iniciar a graduação em Arquitetura no próximo ano e me especializar cada vez mais em Design de Interiores assim que concluir o curso técnico. Sempre gostei de elaborar plantas de imóveis, mas só obtive a certeza de que estava na área certa durante os cinco semestres estudando na Ernesto Dornelles”, revela.

Conforme a ABD, a divulgação dos finalistas está programada para a próxima segunda-feira (20/02). Caso seja selecionada, Patrícia disputará o primeiro lugar, por meio de votação popular, no site da Associação entre os dias 20 de fevereiro e 03 de março. Ela concorre a um tablet e a uma viagem nacional com acompanhante.

Privilegiada em representar o Rio Grande do Sul no cenário nacional, ela se diz ansiosa, embora admita satisfação com o desempenho obtido.

“Chegar a uma semifinal obviamente já me deixa muito realizada. Afinal, foi o meu primeiro concurso. Considero uma conquista relevante para o portfólio que venho construindo”, conclui.

 

Secretaria da Educação