Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

Bate-Papo com os Diretores tem primeiro encontro na Região Metropolitana

Secretário Ronald Krummenauer falará com os 168 gestores de escolas da 2ª CRE

Publicação:

Um a um, todos os gestores de escola estão sendo ouvidos pelo secretário
Um a um, todos os gestores de escola estão sendo ouvidos pelo secretário - Foto: Renato Gava/Seduc
Por Renato Gava

Depois de percorrer todo o Interior, o Bate-Papo com os Diretores chega nesta terça-feira (27) à Região Metropolitana. O encontro será em Taquara, no Vale do Paranhana, e reunirá os 168 gestores de escolas estaduais das 38 cidades que fazem parte da 2ª Coordenadoria Regional de Educação. A partir das 8h15min, todos vão se reunir com o secretário estadual Ronald Krummenauer.

O evento será na Escola Técnica Estadual Monteiro Lobato, o Cimol, em Taquara. Na primeira parte, todos os diretores assistiram a uma palestra de 45 minutos do secretário, que aborda mudanças (sobretudo no mercado de trabalho) previstas para os próximos anos devido aos avanços tecnológicos. Em seguida, os gestores serão divididos em grupos e encaminhados a salas de aula. Enquanto o secretário conversa com cada um dos participantes, nas ouras salas os diretores de áreas estratégicas da Seduc também conversam com os gestores de escolas, transmitindo informações e escutando as demandas específicas.

“A ação serve para aproximar a Seduc e os diretores de escolas. Desde que começamos, o evento tem sido uma grande forma de aprendizado”, informou o secretário Krummenauer. Inciiado dia 1º de março, em Ijuí, o Bate-Papo, dá passou por Santa Rosa, Passo Fundo, Caxias do Sul, Uruguaiana, Bagé, Pelotas, Santa Maria e Santa Cruz.

“Esse evento inédito é de grande valia para nós, pois além de derrubar qualquer muro que exista entre a Seduc e as escolas, serve para traçar um quadro real da situação das escolas gaúchas. Estamos com tudo pronto no Cimol e temos certeza que será um grande evento”, afirmou a coordenadora da 2ª CRE, Helenise Juchem.

Depois de ouvir 1,7 mil dos mais de 2,5 mil diretores de escola, a cúpula da Seduc já identificou alguns problemas comuns. Um deles é a parte elétrica antiquada da maioria dos prédios, o que impede a instalação de ar-condicionado e outros utensílios comuns à vida moderna. Universidades de Engenharia Elétrica e todo o Estado estão sendo contatadas para que alunos formandos e professores desenvolvam projetos comuns para toda a rede de ensino estadual – a medida reduz os custos para uma possível troca de instalações elétricas.

Análise

“Detectamos outras situações que também são comuns em praticamente todas as escolas, mas ainda estamos estudando as medidas necessárias”, completou o diretor das CREs, Carlos Fraga. Ainda em abril, todos os gestores escolares terão sido ouvidos. Em seguida, a Seduc vai compilar os dados obtidos e elaborar projetos que podem ser usados em todos os estabelecimentos de ensino.

Além do secretário e do diretor das CREs, representarão a Seduc em Taquara os diretores Rogério Leal (Administrativo), Daniela Baum (adjunta da Logística), Neri Barcelos (Planejamento) e Sonia Schnneider (adjunta do Recursos Humanos), além da assessora Sonia Lopes (Pedagógico) e da coordenadora Luciane Manfro (Cipave). Na quarta-feira, o mesmo grupo estará em Gravataí, onde conversará com os 88 diretores vinculados à 28ª CRE.

Secretaria da Educação