Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

Bibliobike estaciona na Seduc

Projeto recebe doações de livros e espalha leitura a todos

Publicação:

Bibliobike
Bibliobike - Foto: Renato Gava/Seduc
Por Renato Gava

Projeto itinerante desenvolvido pela EEEF Matias de Albuquerque, da Zona Sul da Capital, a Bibliobike estacionou esta semana na Secretaria de Estado da Educação, onde deve permanecer até o final de março. O veículo de duas rodas é a mola-mestra do projeto Bicicletando no Mundo da Leitura, que recebe doações de livros e, gratuitamente, os espalha. Ao participante, basta o compromisso de devolver a obra para que mais pessoas possam ter acesso.

“A leitura é que faz a mudança, a diferença na formação de uma pessoa”, lembrou a diretora da Matias de Albuquerque, professora Claudia Campos. Ela conta que a ideia surgiu para atrair a comunidade da escola, porém o crescimento do projeto superou as expectativas. Ano passado, a bike adaptada, com uma cesta para livros na parte de trás, foi um dos destaques da Feira do Livro de Porto Alegre.

A iniciativa de trazer a bike para a Seduc é da coordenadora do Sistema Estadual de Bibliotecas Escolares (Sebe), Maria do Carmo Mizetti. “Possibilitar que mais pessoas tenham acesso à leitura é gratificante, chega a emocionar a gente. Eu mesma vi pessoas que, depois que pegaram o primeiro livro na bike, nunca mais pararam de ler”, conta.

Bibliobike
Bibliobike - Foto: Renato Gava/Seduc

 

Dublê

Além da bicicleta estacionada na praça de eventos Luiz Quartieri Filho, logo na entrada da Seduc, uma réplica atende simultaneamente os estudantes da EEEM Raul Pila, no bairro Belém Novo, também na Zona Sul de Porto Alegre. Em poucos meses, o projeto já recebeu a doação de mais de 350 livros.

Nesta quinta-feira (8), o escritor Rossyr Berny esteve na Seduc e doou 60 livros para o projeto. São romances, obras de ficção e, inclusive, seu último trabalho, 101 Poemas Escolhidos, uma seleção de obras feitas por Rossyr.

“Eu já conhecia o projeto, e é uma maravilha. Meu interesse é que cada vez mais os livros sejam difundidos, pois quem lê se torna uma pessoa melhor”, afirmou. Quem quiser doar livros ou ter acesso às obras basta comparecer à Seduc. “O sistema é simples: pega, leva, lê e devolve”, resume Claudia Campos.

Secretaria da Educação