Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

Cipave

A Secretaria da Educação, por meio do Programa Cipave (Comissões Internas de Prevenção de Acidentes e Violência Escolar), em parceria com as demais secretarias de governo, busca orientar a comunidade escolar sobre as mais diversas situações que podem ocorrer no ambiente escolar, para que juntos possam:


- Identificar situações de violência, acidentes e causas;

- Definir a frequência e a gravidade com que ocorrem;

- Averiguar a circunstância em que ocorrem estas situações;

- Planejar e recomendar formas de prevenção;

- Formar parcerias com entidades públicas e privadas para auxiliar no trabalho preventivo;

- Estimular a fiscalização por parte da própria comunidade escolar, fazendo com que zele pelo ambiente escolar;

Realizar estudos, coletar dados e mapear os casos ocorridos que envolvam violência e acidentes, para que sejam apresentados à comunidade e às autoridades, proporcionando que estas parcerias auxiliem no trabalho de combate e prevenção dos acidentes e violência na escola. 

A ORIGEM

A Cipave nasceu na cidade de Caxias do Sul, com o objetivo principal de trazer para o debate todos os envolvidos no processo educativo dos alunos das escolas municipais. A proposta inicial era de formar uma comissão interna na escola, que debatesse as questões que preocupavam a comunidade escolar, como a violência e os acidentes envolvendo os estudantes.

A partir destas comissões e suas constatações acerca dos problemas que preocupavam a escola, nasceu também a necessidade de formar uma “rede de apoio às escolas”. Parcerias que as auxiliassem na resolução dos problemas como: uso de drogas no entorno da escola, comunidades violentas onde elas estavam inseridas que, devido a sua condição, afetavam o processo educacional dos estudantes, formando assim um grupo de apoio com as demais entidades da região: Guarda Municipal, Polícia Civil, Brigada Militar, Corpo de Bombeiros, Conselho Tutelar, Polícia Federal e Ministério Público. Esses parceiros passaram a atuar junto às escolas do município, com palestras e ações concretas na resolução dos problemas que enfrentavam.

No fim do ano de 2013, iniciou-se um processo de apresentação desta forma de conduzir às ações escolares, depois de sancionada a lei estadual 14.030, de 2012, junto a sua comunidade. No ano de 2015, com a inclusão da Cipave no acordo de resultados, a Secretaria da Educação do Estado do Rio Grande do Sul colocou como prioritária a atuação, formação e implantação das comissões internas de prevenção a acidentes e violências na escola. Passamos então a incentivar e fomentar a criação das Cipaves em nossas escolas estaduais. Muitas delas já estão atuando intensamente na resolução dos conflitos, formando a rede de apoio regionalizada e planejando novas ações com a participação de todos os envolvidos no processo educacional.

A lei que institui os Cipaves é de autoria de Maria Helena Sartori, enquanto deputada estadual. O dia em que se comemora sua publicação é 26 de junho, data alusiva ao Dia Estadual da Prevenção à Violência Escolar.

Acesse o site www.cipave.rs.gov.br e saiba mais sobre o programa

Responsável

Luciane Manfro
cipave@seduc.rs.gov.br 
(51)3288-4732

Secretaria da Educação