Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

Cipave da 24ª CRE é parceira do Movimento Pela Paz Sepé Tiaraju

Publicação:

Evento ocorre entre os dias 17 e 19 de maio
Evento ocorre entre os dias 17 e 19 de maio - Foto: 24ª CRE
Por 24ª CRE

O Programa Comissões Internas de Prevenção de Acidentes e Violência Escolar (Cipave) é parceiro do Movimento Pela Paz Sepé Tiaraju, uma iniciativa do Ministério Público Estadual (MP/RS) que ocorrerá em Cachoeira do Sul, na 24ª Coordenadoria Regional de Educação (CRE), nos próximos dias 17, 18 e 19. Durante os três dias, mais de 60 oficinas, palestras e outras atividades mobilizarão a comunidade em diversos pontos da cidade, simultaneamente.

 Conforme a assessora do Programa Cipave na região da 24ª Coordenadoria Regional de Educação, Cleonice Bankow, as escolas estaduais também estão engajadas no Movimento Pela Paz Sepé Tiaraju e promoverão ou sediarão oficinas. No dia 19, na Coordenadoria, às 9h, ocorrerão as oficinas “Comunicação não violenta: o caminho para a paz”, com o professor Jeferson Capellari, no salão de atos, e “Jogo Baneville: boas ações na escola e na cidade”, com a professora Cleonice Bankow. A 24ª CRE também promoverá a oficina “Uso das redes sociais com responsabilidade”, com o professor Maruí Friedrich e o assessor jurídico Manoel Felix, às 9h, na Escola Estadual Bairro Carvalho.

 INSCRIÇÕES – As inscrições para as oficinas do Movimento Pela Paz Sepé Tiaraju são gratuitas e podem ser feitas por e-mail para o endereço: mpcachoeira@mprs.mp.br. Basta indicar o nome e a oficina de interesse. Qualquer pessoa pode participar. No caso das escolas, um professor responsável pode enviar o e-mail de inscrição contendo o nome dos alunos que participarão.

 

O Movimento Pela Paz Sepé Tiaraju

 O Movimento Pela Paz Sepé Tiaraju é uma iniciativa do MP/RS que agrega diferentes instituições e pessoas parceiras no oferecimento de oficinas para a comunidade, com foco na prevenção da violência e na construção de uma cultura de paz. O movimento já passou por várias cidades do estado. A figura do índio guarani Sepé Tiaraju foi escolhida para denominar a mobilização por tratar-se de um herói em seu tempo, e lutou pela comunidade, seguindo os valores em que acreditava. A proposta do movimento é a descoberta de um herói em cada um de nós, que podemos contribuir para restaurar a vida, a educação, a saúde e a paz em nossa comunidade, coletivamente. À medida que todos derem sua contribuição, o mundo poderá ser transformado 

Secretaria da Educação