Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

Concurso “Tamo Junto com a Cipave” divulga seus campeões

Votação encerrou-se no último domingo (8) e contou com a participação de mais de 1,2 milhão de votos

Publicação:

Instituto Estadual de Educação Estrela da Manhã, do município de Estrela, foi a vencedora do concurso com 267.580 votos
Instituto Estadual de Educação Estrela da Manhã, do município de Estrela, foi a escola vencedora do concurso com 267.580 votos - Foto: I.E.E Estrela da Manhã /Divulgação Seduc
Por Diego da Costa

O Concurso “Tamo Junto com a Cipave”, que se iniciou no último dia oito de setembro e encerrou-se neste domingo (8), contou com a participação de 1.210.841 votos. A competição que teve por objetivo incentivar a cultura da paz nas escolas consistiu na ideia de que os estudantes da rede pública produzissem um vídeo inspirado no comercial do programa, utilizando o jingle da campanha para fazer uma dublagem. 

Foram 345 escolas participantes de 175 municípios, e dez instituições de ensino foram escolhidas para terem seus vídeos exibidos no site www.cipave.rs.gov.br e na página do Governo do Estado. Dentre estas, as três mais bem colocadas ganharão premiações especiais e poderão ter seus vídeos exibidos em outros veículos da grande mídia.

Segundo a coordenadora estadual da Cipave, Luciane Manfro, o concurso Tamo junto com a Cipave buscou promover a cultura da paz e a valorização da escola pública, por meio da integração entre os alunos e o envolvimento da comunidade escolar. “Independentemente de estarem padronizados conforme os termos do regulamento, o mais interessante é a criatividade, o esforço e o sentimento de coletividade para prevenir a violência. Felizmente a proposta do concurso foi realizada com êxito. Tivemos uma participação expressiva e os alunos puderam trabalhar de forma conjunta tudo aquilo que a Cipave realmente significa”, destaca

De acordo com a coordenadora da 3° Coordenadoria Regional de Educação (CRE), Greicy Weschenfelder, que teve as duas instituições de ensino da sua região como a primeira e a segunda melhores colocadas, o sucesso das Escolas Estrela da Manhã e São João Bosco refletem a mobilização da comunidade e o apoio de toda a região. “A nossa localidade está vibrando com esta conquista. Esta grande mobilização contou com a participação e o apoio de diversas entidades culturais, inclusive de fora do Rio Grande do Sul. Felizmente, esta parceria fez com que chegássemos a este número expressivo de votos. Estamos muito contentes”, destaca.

Conforme a coordenadora da 39° CRE, Sandra Guerra, uma das missões elaboradas pela equipe que assumiu a coordenadoria no ano de 2015 era justamente resgatar a cultura de paz nas escolas. Além disso, ela destaca que a Escola Dr. Alfredo D'amore, de Carazinho, que foi a terceira colocada no concurso, é amplamente reconhecida pela sua qualidade na gestão. “Esta é uma escola que tem determinação e coragem para desenvolver projetos grandiosos como este. Quero parabenizar a direção, a equipe de professores e todos os nossos estudantes que se esforçaram tanto para conseguir este objetivo”, afirma.

Diretores das três escolas mais votadas contam o segredo do sucesso

O Instituto Estadual de Educação Estrela da Manhã, do município de Estrela, foi a primeira colocada entre as dez instituições de ensino campeãs. Segundo a diretora, Ângela Zimmermann, a proposta pedagógica do concurso foi de extrema importância para o desenvolvimento de valores e o sentimento de integração entre os alunos. “O concurso foi realmente um evento que uniu a nossa comunidade. Foram feitas diversas parcerias. Contamos com o apoio do Grêmio Estudantil, dos pais e de toda a comunidade. Foi um grande aprendizado, desde a elaboração do vídeo, do processo de criação, até o sucesso final com a vibração e a alegria de todos”, explica.

A Escola São João Bosco, de Lajeado, foi a segunda colocada. Para a diretora, Loiva Crestani, a cultura da paz já é uma realidade consolidada na escola. “Nada acontece por acaso. Foi uma caminhada incrível até chegarmos entre as melhores colocadas. Tudo ocorreu com muita intensidade e muita dedicação por parte dos nossos alunos e parceiros. Nossos estudantes estão de parabéns”, enaltece.

A Escola Estadual de Ensino Fundamental Alfredo D’amore, de Carazinho, foi a terceira entre as dez campeãs. Para a diretora Gertrude Padilha, um dos grandes segredos de mobilização foi colocar a música da Cipave sempre na troca de períodos e nos intervalos. “Colocávamos nos avisos sonoros o jingle da campanha. Desta forma, os alunos foram se contagiando diariamente com o clima da proposta. Estamos muito felizes com o resultado, pois os estudantes se esforçaram muito”, revela.

 

Lista das 10 escolas mais votadas:

1 - I.E.E Estrela da Manhã - Estrela

2 - E.E.E.F São João Bosco - Lajeado

3 - E.E.E.F Dr. Alfredo D'amore- Carazinho

4 - I.E João XXIII - Campinas do Sul

5 - E.E.E.M São Rafael - Flores da Cunha

 6 - E.E.E.F.Prof.José Wilke - Santa Cruz do Sul

 7 - E.E.E.F Álvaro Leitão - Soledade

 8 - I.E.E Cristo Redentor - Cândido Godói

 9 - E.E.E.M Fernando Ferrari - Campo Bom

 10 - E.E.E.F. Antônio Carlos - Santo Antônio da Patrulha

 

Premiação para a categoria TAMO JUNTO COM A CIPAVE

1° lugar - A escola campeã receberá um kit audiovisual, troféu especial e terá seu vídeo exibido em um canal digital jovem e no intervalo de um programa televisivo.

2° lugar - O segundo lugar receberá um troféu especial e terá seu vídeo exibido em um canal digital jovem.

3° lugar - O terceiro lugar receberá um troféu especial e terá seu vídeo exibido em um canal digital jovem

 

00:00:00/00:00:00

Instituto Estadual de Educação Estrela da Manhã, do município de Estrela, foi a vencedora do concurso com 267.580 votos

Instituto Estadual de Educação Estrela da Manhã, do município de Estrela, foi a vencedora do concurso com 267.580 votos Crédito: Concurso "Tamo Junto com a Cipave"

O que são as Cipaves?

A Cipave nasceu na cidade de Caxias do Sul, com o objetivo principal de trazer para o debate todos os envolvidos no processo educativo dos alunos das escolas municipais. A proposta inicial era de formar uma comissão interna na escola, que debatesse as questões que preocupavam a comunidade escolar, como a violência e os acidentes envolvendo os estudantes.

A partir destas comissões e suas constatações acerca dos problemas que preocupavam a escola, nasceu também a necessidade de formar uma “rede de apoio às escolas”. Parcerias que as auxiliassem na resolução dos problemas como: uso de drogas no entorno da escola, comunidades violentas onde elas estavam inseridas que, devido a sua condição, afetavam o processo educacional dos estudantes, formando assim um grupo de apoio com as demais entidades da região: Guarda Municipal, Polícia Civil, Brigada Militar, Corpo de Bombeiros, Conselho Tutelar, Polícia Federal e Ministério Público. Esses parceiros passaram a atuar junto às escolas do município, com palestras e ações concretas na resolução dos problemas que enfrentavam.

 

No fim do ano de 2013, iniciou-se um processo de apresentação desta forma de conduzir às ações escolares, depois de sancionada a lei estadual 14.030, de 2012, junto a sua comunidade. No ano de 2015, com a inclusão da Cipave no acordo de resultados, a Secretaria da Educação do Estado do Rio Grande do Sul colocou como prioritária a atuação, formação e implantação das comissões internas de prevenção a acidentes e violências na escola. Passamos então a incentivar e fomentar a criação das Cipaves em nossas escolas estaduais. Muitas delas já estão atuando intensamente na resolução dos conflitos, formando a rede de apoio regionalizada e planejando novas ações com a participação de todos os envolvidos no processo educacional.

A lei que institui os Cipaves é de autoria de Maria Helena Sartori, enquanto deputada estadual. O dia em que se comemora sua publicação é 26 de junho, data alusiva ao Dia Estadual da Prevenção à Violência Escolar.

Concurso Cultura da Paz prestigia trabalho realizado pelas escolas

Secretaria da Educação