Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

Estado terá 12 novas escolas de Ensino Médio em Tempo Integral a partir de março

Repasse de R$ 4,3 milhões será destinado para aquisições de equipamentos, formações de professores e projetos pedagógicos

Publicação:

Anúncio oficial ocorreu na última segunda-feira (19), no Hotel de Ville, em Canela
Anúncio oficial ocorreu na última segunda-feira (19), no Hotel de Ville, em Canela - Foto: Diego da Costa
Por Diego da Costa

A partir do mês de março, o Estado do Rio Grande do Sul irá contar com mais 12 novas escolas de Ensino Médio em Tempo Integral. O Estado possui apenas  um estabelecimento com este perfil. O projeto, elaborado em parceria com o Ministério da Educação (MEC), integra o Programa de Fomento à Implantação de Escolas de Ensino Médio em Tempo Integral do governo federal e irá beneficiar 2.163 alunos. O repasse inicial de R$ 4,3 milhões, será destinado para aquisições de equipamentos (laboratórios, material esportivo, adequações dos espaços físicos), formações de professores e projetos pedagógicos das escolas. O anúncio oficial, ocorrido nesta segunda-feira (19), foi realizado pelo secretário estadual de Educação, Ronald Krummenauer, na abertura do evento que debate o modelo pedagógico a ser trabalhado pelas escolas selecionadas e segue até quarta-feira (21), em Canela.


“Além de valorizar o conhecimento, é necessário que o aprendizado esteja conectado com o que o futuro do país exige para o seu desenvolvimento. É preciso entender as necessidades dos alunos e oferecer as ferramentas necessárias para a profissão que eles almejam”, destaca o secretário.


Para o coordenador geral do Programa Nacional de Tempo Integral, Wisley João Pereira, a ideia é estabelecer ações conjuntas entre os Estados, que propiciem novas organizações curriculares para o novo ensino médio, compatíveis com as perspectivas da sociedade contemporânea e com os anseios dos jovens. “O Rio Grande do Sul terá muito sucesso na implantação do programa. Precisamos ajudar os adolescentes a concretizarem o seu projeto de vida”, explica.


Transversalidade - Para a diretora do Departamento Pedagógico da Secretaria de Educação, Sônia Rosa, é necessário construir um projeto pedagógico que integre os conteúdos e trabalhem com temas que privilegiem a criatividade dos estudantes. “Temos que entender o jovem como uma fonte de iniciativa de ações que pode assumir diferentes papeis. Por isso, é essencial que se trabalhe os temas transversais ao currículo. É a partir deste trabalho diversificado que o aluno desenvolve o seu potencial”, afirma.

Escola Estadual de Educação Básica Neusa Mari Pacheco

Mantida com recursos do Estado, a Escola Estadual Neusa Mari Pacheco, localizada no município de Canela, funciona como Centro Integrado de Educação Pública desde 1994. A escola em Tempo Integral agora junta-se às 12 que receberão recursos do governo federal para atender o Ensino Médio.

Lista de escolas beneficiadas

Escola Estadual de Ensino Médio Itália (Porto Alegre)

Colégio Estadual Piratini (Porto Alegre)

Colégio Estadual A.J Renner (Montenegro)

Instituto Estadual de Educação Sapiranga (Sapiranga)

Escola Estadual de Ensino Médio Fernando Ferrari (Campo Bom)

Instituto Estadual de Educação Cristóvão de Mendoza (Caxias do Sul)

Instituto Estadual de Educação Santo Antônio (Santo Antônio da Patrulha)

Escola Estadual de Ensino Médio Farroupilha (Bagé)

Instituto Estadual de Educação Dr. Carlos Chagas (Canoas)

Colégio Estadual José Loureiro da Silva (Esteio)

Escola Estadual de Ensino Médio Senador Salgado Filho (Alvorada)

Escola Estadual de Ensino Médio Setembrina (Viamão)

Secretaria da Educação