Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

Professores de Educação Física encerram formação com atualização em práticas aquáticas

Atividade ocorreu em Ijuí

Publicação:

Professores de Educação Física encerram formação com atualização em práticas aquáticas
Professores de Educação Física encerram formação com atualização em práticas aquáticas - Foto: 36Cre/Seduc
Por Seduc

Os professores da rede estadual que atuam na abrangência da 36ª Coordenadoria Regional de Educação (CRE) participaram na semana passada de mais um encontro do projeto de formação continuada para professores de Educação Física: Os Múltiplos Olhares da Educação Física no Contexto Escolar, coordenado pelo professor da Unijuí Robson Machado Borges.

O professor explica que o grupo discutiu o ensino das atividades aquáticas em três perspectivas: a reflexão dos alunos visando o discernimento sobre o “perigo” do meio líquido e os cuidados necessários, a aquisição proficiente de habilidades para “se defender” na água e as estratégias de ação para se buscar espaços físicos para realização das atividades aquáticas práticas.

            O encontro teve uma aula prática realizada na piscina da AFFI, quando o grupo vivenciou corporalmente diversas atividades aquáticas. Foram trabalhados os assuntos imersão (apneia, para buscar objetos no fundo da água), coordenação da inspiração/respiração, flutuação em equilíbrio, deslocamentos, batidas de pernas e braçada de crawl.

Robson destaca que esse encontro encerrou uma série de 20 reuniões iniciadas em 2016 com o objetivo de estudar o ensino na Educação Física escolar. “Em 2018, o grupo de estudos se reunirá novamente para concluir uma estrutura curricular para as aulas de Educação Física nas escolas da 36ª CRE”, informou.

Coordenador da 36ª CRE, Cláudio de Souza destaca que esta é uma iniciativa única no Brasil. “Os professores de Educação Física já participavam das formações na área das linguagens e, agora, com esse projeto, eles têm uma formação específica, inclusive explorando a parte prática em cada modalidade como dança, natação, atividades na natureza e jogos, entre outros”, avalia.

O coordenador enfatiza que a proposta é que, em 2018, ocorra a sistematização desse projeto através de um registro escrito que servirá de exemplo para outras coordenadorias e também para outros Estados. “A parceria com o professor Robson deu um diferencial muito importante nesta formação e todo esse conhecimento será utilizado nas escolas”, avalia.

Secretaria da Educação