Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

Seduc apresenta primeira avaliação dos alunos de Ensino Médio em Tempo Integral

Sistema de acompanhamento do rendimento dos estudantes irá apresentar resultados a cada três meses

Publicação:

Apresentação dos dados ocorreu na ESPM-Sul na tarde desta terça-feira (15)
Apresentação dos dados ocorreu na ESPM-Sul na tarde desta terça-feira (15) - Foto: Diego da Costa
Por Diego da Costa

A Secretaria Estadual de Educação (Seduc) apresentou, na tarde desta terça-feira (15), o resultado da primeira avaliação realizada com 1.733 estudantes ingressantes no 1ª e 2ª ano do Ensino Médio, que fazem parte das 12 escolas contempladas no Programa de Fomento à Implantação de Escolas de Ensino Médio em Tempo Integral (EMTI), do governo federal.  A prova, de Língua Portuguesa e Matemática, que teve o objetivo de fornecer um retrato do nível de conhecimento dos alunos, faz parte de um sistema de acompanhamento que irá produzir resultados de rendimento a cada três meses. A divulgação ocorreu durante evento na Escola Superior de Propaganda e Marketing da região Sul (ESPM-Sul), no bairro Santo Antônio, em Porto Alegre.

O desempenho foi analisado por item, aluno, série, matéria e coordenadoria. A análise geral foi repassada aos professores de cada instituição de ensino para que as principais dificuldades, individualizadas, recebam reforço curricular.

No 1ª ano, o aproveitamento dos estudantes nas questões de Língua Portuguesa foi de 57,2% e 43,5% em Matemática. Já no 2ª ano, o índice foi de 62,4% e 46,4%, respectivamente.

A diretora adjunta do Departamento Pedagógico da Seduc, Raquel Padilha, afirma que os dados vão nortear e auxiliar para que ocorram intervenções necessárias junto aos estudantes. “Cada escola e aluno, de cada região, tem desafios próprios a serem trabalhados. A partir destes resultados serão realizadas ações específicas para melhorar a aprendizagem”, destaca.

Conforme a coordenadora do Ensino em Tempo Integral da Seduc, Hilda Liana Diehl, uma das metas do EMTI, que terá a realização de diagnósticos trimestrais, é a progressiva diminuição das taxas de reprovação e abandono nas escolas contempladas com o Programa. “O acompanhamento dos resultados irá oferecer subsídio para que escolas e gestores, juntos, avaliem as ações que vêm sendo desenvolvidas, e apliquem as mudanças quando forem necessárias”, explica.

Avaliação e Diagnóstico

A avaliação diagnóstica dos alunos foi realizada em todas as 12 escolas estaduais contempladas pelo EMTI, no dia 28 de março. A prova foi composta por 30 questões, divididas em dois cadernos: 15 questões de Língua Portuguesa e 15 de Matemática.

Melhoria no rendimento

A melhoria de fluxo escolar será aferida pelos dados de taxa de abandono e reprovação divulgados no Censo Escolar.A escola deve reduzir a soma das taxas de abandono e reprovação, da seguinte forma: no primeiro e no segundo ano de implementação do programa deve ocorrer a diminuição em 3,5%. No terceiro ano do Programa em diante, a escola deve alcançar e manter o patamar de até 5%.

A melhoria da proficiência deve utilizar como critério a nota média padronizada que compõe o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb).

 

 

Secretaria da Educação