Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

Encontro em Porto Alegre abre calendário de 2017 de Educação Fiscal

Publicação:

O primeiro seminário do ano será nesta quarta feira (19) a partir das 13h30 no auditório Itampema do Hotel Plaza São Rafael em PortoAlegre
O primeiro seminário do ano será nesta quarta feira (19) a partir das 13h30 no auditório Itampema do Hotel Plaza São Rafael em P - Foto: Divulgação/Sefaz
Por ACS/Sefaz

O Grupo de Educação Fiscal Estadual do Rio Grande do Sul (Gefe/RS) promove, nesta quarta-feira (19) a partir das 13h30, no auditório Itapema do Hotel Plaza São Rafael, em Porto Alegre, o seminário de abertura das atividades programadas para 2017. O evento dá a largada a uma série de encontros regionais, pelo interior do estado, mobilizando professores da rede pública e particular, gestores municipais e representantes de entidades sociais, com o objetivo de ampliar a percepção da sociedade sobre a importância do imposto e do controle social da destinação do que é arrecadado.

Conforme o auditor-fiscal Randal Guimarães, coordenador do Gefe/RS, o primeiro seminário do ano também servirá para apresentar as organizações que mais se destacaram nas atividades de 2016. Durante todo o ano passado, as comunidades de 16 regiões do Rio Grande do Sul tiveram reuniões de capacitação sobre os conceitos da educação fiscal. Os próximos seminários já estão programados para as cidades de Santa Maria e Carazinho, respectivamente nos dias 11 e 19 de maio.

Futuras gerações 

Reunindo representantes das secretarias da Fazenda e da Educação, o GEFE/RS foi reativado em 2015. Um dos temas a serem desenvolvidos nos encontros regionais será “O RS precisa de ti”, o qual busca conscientizar o cidadão sobre a importância socioeconômica do tributo, o controle dos gastos públicos e a transparência na aplicação dos recursos, para ajudar o Estado a sair da crise.

Neste sentido, o seminário servirá igualmente para ressaltar a importância dos Programas Municipais de Educação Fiscal (que refletem na participação de cada município no rateio do ICMS) e da participação dos próprios consumidores no programa da Nota Fiscal Gaúcha (NFG).

Secretaria da Educação